"... com as capas soltas, somos a tuna mais tuna, alunas da Lusófona, somos a SAMARITUNA!!..."


Olá!! Entraste no blog da Samarituna.

Agora podes seguir-nos através da página do Facebook! :) Adiciona-nos!

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Samarituna no VI INSULA!!

O esforço, a dedicação, o valor e a vontade fazem realmente a diferença. Exemplo disso foi a participação da SamariTuna no VI Ínsula, em Ponta Delgada, a convite da Tuna com Elas.

Palavra de ordem: animación!

E foi com animação que mostrámos o porquê de sermos a tuna mais tuna, entre a praxe e um copo, lá fomos nós pelas ruas de Ponta Delgada mostrar a alma que temos.

Ser tunante não é apenas decorar acordes e letras das canções, é um nível um pouco mais acima, é respeitar quem nos acompanha naquilo que se acredita, não ver as outras tunas como rivais, antes como amigas, como companheiras de luta.

Foi neste espírito que chegámos aos Açores. À nossa espera tínhamos elementos da Tuna Com Elas e os nossos queridos “enguias” (os guias Condinho e Pimenta, aos quais se juntou, mais tarde, o Jackson). Após a recepção fomos conhecer o porquê de tanta fama sobre as belezas naturais da ilha, seguindo até à bela Lagoa das Sete Cidades onde absorvemos uma porção considerável de energia para levarmos os restantes dias de estadia com mais afinco.

As noites açorianas tinham outra vida, o Bar do Pi vestia-se de negro para dar continuidade ao que se viveu durante o dia e, a SamariTUNA, dotada de mui belas bailarinas, deram um show no dancefloor.

Entre as actividades organizadas pela tuna Anfitriã e a praxe, fomos aquecendo com o calor esquisito da terra do anticiclone…e eis que chega o dia do festival, realizado em dias distintos - no dia 9 de Abril actuaram no Coliseu Micaelense a Spestuna, Tuna Feminina da Universidade Fernando Pessoa de Ponte de Lima e a Arrebitátuna, Tuna Feminina da A.E. da Escola Superior de Educação de Castelo Branco e, no dia seguinte, actuaram as Levadas da Broca, Tuna Feminina da Faculdade de Medicina Dentária do Porto e… tchan, tchan, tchan, tchaaaaan….a SAMARITUNA!

Bem, se já tínhamos os nervos em franja quando ainda estávamos no continente com o aproximar da hora da actuação estávamos muito mais que isso. Bastou um tirinho de Abelheira e um xarope oferecido pelo nosso 3º guia Jackson, para aquecermos as vozes e deixarmos ir com as gotas de chuva o nervosismo que tínhamos.

O nosso nome é chamado para o palco…

Enquanto nos preparávamos timidamente atrás das cortinas, a Veterana Grego, lançava charme e piadas assertivas ao apresentador do Festival, Vasco Pernes da RTP Açores, que com dificuldade a acompanhava. Foi a risada total que atenuou os nervos e deu lugar a um sorriso bem rasgado nos lábios de todas nós que, impacientes, esperávamos a abertura das cortinas do espectacular Coliseu Micaelense.

Sabem o que é diversão e gozo por estar no palco a mostrar aquilo que estivemos a preparar com tanto esforço e dedicação? Ali os nervos não se fizeram sentir, já não existiam, enchemos o peito de coragem e ali esteve a SamariTUNA no seu melhor.

Para quem nunca pensou chegar aos Açores, tendo a opção de ir a nado, para os mais cépticos que não acreditaram no nosso potencial (oi?) sabem o que trouxemos na bagagem? QUATRO prémios: Melhor Instrumental (muito desejado), Melhor Solista (grande Chinoca…rouca), Melhor Porta-Estandarte (Courgette e Xuminho) e – como já demonstrado no decorrer da nossa estadia o prémio TUNA MAIS TUNA!

O sentimento de dever cumprido foi geral, os elogios dos elementos de outras tunas presentes, das pessoas que nos ouviram, dos passageiros que foram connosco no avião e fizeram questão de nos ir apoiar… Obrigada, é aquilo que, humildemente podemos dizer. Obrigada à Tuna com Elas, pelo convite, espírito e simpatia, aos Guias, pela paciência e toda a ajuda que nos deram (venham os xaropes e a Abelheira!) às tunas presentes, por não se fecharem numa concha de pretensiosismo, pelas batalhas musicais na cantina da Universidade, às sagradas (cozinheiras da cantina) … enfim, por tudo.

Há poucas oportunidades na vida que temos de agarrar com toda a força que temos, uma delas é pertencer à SamariTUNA.

Vai TUNA…

É já ali!

14 comentários:

5 Litros disse...

Mui bien!! Sem dúvida...

Mega Estranha disse...

q posso dizer mais??? ta td dito... existem sentimentos, momentos, que nem por palavras se conseguem expressar... Obrigada Tuna por este ano e 4 meses e 29 dias :P sim, continuo a contar... apesar de já me parecer bem mais q isso...Açores, para o ano há mais! (espero que sem ser coxa!!)
Vai Tuna...
Fomos todas...

Courgette disse...

Muitas vezes pensamos que não conseguimos e desvalorizamo-nos...mas a verdade é que conseguimo-nos superar e estar ao mais alto nível!
A Samarituna é sem dúvida uma grande prova de que o fim é sempre mais além e que vale a pena acreditar!!

Vai Tuna...Fomos já ali....Sempre se alma e coração!

Obrigado SAMARITUNA!

Manganhó disse...

:)


acho que muito já foi dito!

um beijinho a todas*

Rosinha disse...

Não existem mais palavras que eu possa dizer.
Apenas acrescento que tenho orgulho em fazer parte desta tuna ! :D

Beijinhos *

Snif disse...

São este momentos de companheirismo, de riso, de alegria, de nervos, de choro e de muitas mais emoções,passadas com a SamariTuna que faz com que cada vez que olho para o meu emblema ter muito Orgulho em pertencer a Esta Tuna e senti-lo cá dentro!

Vai Tuna!

é já ali!!

P.S : Obrigado Madrinha!!!!!!

Anónimo disse...

hoo pah =')

Por tudo o que ja aqui passei, por tudo o que aprendi... por tudo o que me ensinaram... por tudo o que somos como SAMARITUNA...

OBRIGADO...
orgulho... orgulho é pouco... é daqui ao já ali...

VAI TUNA... E VAMOS PARA O ANO...

=)

Xumi@

Alma disse...

Ai, o orgulho... Quando sai bem, é sempre bom!!! Às vezes não corre como desejamos, e o espírito esmorece! Acreditem sempre no vosso espírito, é ele que nos faz voar!! Foi o espírito que nos deu asas... Muito trabalho, muitos nervos... Mas muito amor naquilo que se faz e no que se oferece!! Quem ama, ri e chora, mas a cima de tudo é feliz!! É isto que se planta e cresce nesta tuna; amor e espírito... É isto a Samarituna! Sangue Azul e Amarelo! Um abraço Samaritano estendido a todas as que amam esta tuna!!

GREGO

Ana disse...

OLá, olá! quem vos fala é a AMEIXAAA! AMORAAAA =)

Que texto mai lindo! adorei eheh

Karidas, foi com mto gosto que vos recebemos aqui no paraíso e q contamos com vcs para o próximo Insula, que digamos é já ali... LOL

Que o 6º Indula tenha sido para vós sinónimo que alegria, festa, trabalho, dedicação e de mto espírito académico... mas a superar a isto tdo.. que daqui em diante acreditem + no vosso trabalho enquanto tuna e vos encha de orgulho pois vocs conseguiram SER TUNA. Que nos próximos tempos as caloiras continuem a querer pertencer à vossa tuna com garra de querer smp melhor, e as tunantes sempre lá para as praxar, e praxar bem, pois assim as apoiam e ensinam cmo ser no futuro boas tunantes... q o facto de terem sido a tuna vencedora vos unam cada dia mais e vos dê garra para participar mais activamente em outros festivais!

Espero ter smp novidades vossas,... smp temos o nosso amigo Facebook =P

Muitos bejinhos pa tdas, e força na "binhaça" LOL

Saudações Académicas,
Ana Raquel "Ameixa", "AMORA" =')


ps: MegaEstranha, se vieres coxa smp tens a minha bombinha à disposição pa te ir levar... LOL

disse...

Obrigada Amora...lol Ameixa, sim agora já sei, desculpa ter lançado o boato, mas eu entendo os nomes mal, por exemplo a Oboé das Mondeguinas na minha ideia foi durante mto tempo "ó boi"...nada fácil...posso te dizer que ela não tinha credencial, foi complicado.

Este festival foi exactamente uma constatação daquilo que sempre esteve presente em nós e que só precisava de ser desençaimado e liberto...este cão danado (a Tuna, não eu!!!) correu as ruas (todo o terreno) de Ponta Delgada e com enorme espírito venceu para além do melhor prémio (Tuna mais Tuna)a confiança que por vezes fraquejava.
Parabéns a todas as que sentiram o principal, o amor por esta Tuna, aposto que muitas o entenderam pela primeira vez...nunca é tarde.

Ana disse...

eheh inda benne! fko feliz por saber isso...

olha não faz mal nenhum teres lançado este nome... digamos que para a Samarituna sou a Amora... assim quando me chamarem isto saberei logo q é uma de vós! =)

mts bjs e até ao próximo Insula ;)

Amora, Ameixa

Delia disse...

Obrigada Amora! Ups, Ameixa :P

Mas para o ano não quero ir coxa..não mesmo!
Obrigada também ao bombinha! ;D


by: Mega Estranha

Sandra disse...

Samarituna, vocês são, muita coisa :D levei a vossa tuna no coração e até agora de cá não sai, dou por mim por vezes a ver quando calha uma actuação vossa para poder ir a casa e poder assistir, sim que de terras albicastrenses até Lisboa, não é já ali :P.... fiquei "buéda" fã... Continuem como são, simpáticas, (até a Grego :P) amigas, excepcionais em palco e fora deste e, com enorme espírito académico...

Um beijo e um copinho de tinto de Castelo Branco

Sandra

Topo Gigio disse...

Como mais vale tarde que nunca deixo aqui o meu comentário :), apesar de se irem esgotando as palavras já muito bem proferidas.

Foi sem dúvda um orgulho estar nos Açores e em cima daquele enorme palco. Mas orgulho maior é ter lá estado com a SamariTuna! Sentir que juntas conseguimos sempre mais!

Para o ano quero voltar ao Açores, mas também não quero ir coxa!!! :P

Vai Tuna! Vamos Todas! (outra vez :P)